Notícias e Publicações

Novidades

2021/28/07
Publicações Económicas

Todas as Publicações Coface

2020/22/07
Publicações Económicas

Novo estudo sobre o sector dos transportes no mundo

O impacto da COVID-19 é ainda mais significativo no sector dos transportes, se tivermos em consideração que a actividade económica já estava a desacelerar antes da crise

Ler Mais
2020/16/07
Publicações Económicas

Estarão os balanços das empresas em Espanha e Itália preparados para o choque da COVID-19?

De acordo com as previsões da Coface, Espanha e Itália estarão entre as economias mais afetadas pelo COVID-19, com contração de 12,8% e 13,6%, respectivamente, em 2020. Prevê-se que as insolvências corporativas aumentem 22% na Espanha e 37% na Itália até 2021, em relação aos níveis de 2019. Para 2021, a Coface prevê que o PIB da Espanha e da Itália recupere 10,2% e 8,9%, deixando as economias 3,9% e 5,9% abaixo dos níveis de 2019.

Ler Mais
2020/14/01
Publicações Económicas

A indústria automóvel global e o reforço das regulamentações: um caminho muito íngreme pela frente.

O sector automóvel mundial está a enfrentar diversos desafios que incluem o reforço de regulamentações mais restritivas contra os riscos ambientais, num contexto de abrandamento da actividade económica mundial. A venda de automóveis estão actualmente numa tendência decrescente, à medida que a incerteza aumenta.

Ler Mais
2019/25/11
Publicações Económicas

O ABRANDAMENTO ECONÓMICO NA ZONA EURO: A EVIDÊNCIA DOS INDICADORES DE ACTIVIDADE DA COFACE

Desde o início de 2019, os sinais de desaceleração do crescimento mundial multiplicaram-se. Embora todos os economistas concordem com essa tendência generalizada, após o pico cíclico atingido em 2017, existe agora um ponto de interrogação sobre a dimensão dessa desaceleração, especialmente na Zona Euro. Enquanto alguns especialistas sugerem a probabilidade de uma recessão em 2020, a maioria dos economistas prevê "apenas" uma ligeira recessão.

Ler Mais
2019/22/11
Publicações Institucionais

PERSPECTIVAS GLOBAIS PARA O SECTOR AGRO-ALIMENTAR NUM AMBIENTE PROTECCIONISTA

O sector agro-alimentar (juntamento com o sector das TIC) está no centro da guerra comercial mundial, com a agravante de que as medidas de retaliação da China muitas vezes têm como alvo as importações de soja dos EUA. Como consequência, o sector agro-alimentar dos EUA, principalmente os exportadores de soja, são afectados negativamente por esta situação.

Ler Mais
2019/07/11
Publicações Económicas

ECONOMIA GLOBAL EM 2020: ABRANDAMENTO GENERALIZADO APESAR DAS ACÇÕES DOS BANCOS CENTRAIS

A multiplicação de áreas geográficas de incerteza política, combinada com factores de risco relevantes (a queda do comércio mundial em volume, a volatilidade nos preços do petróleo e a quebra nas vendas de automóveis na Europa e na China) continuou a afectar a confiança das empresas.

Ler Mais
2019/07/03
Publicações Económicas

Mapa Mundial de Avaliação de Risco País – Janeiro de 2019

Mapa Mundial de Avaliação de Risco País – Janeiro de 2019

Ler Mais
2019/07/03
Publicações Institucionais

Avaliação do Risco Sectorial no Mundo – Janeiro de 2019

Avaliação do Risco Sectorial no Mundo – Janeiro de 2019

Ler Mais
2018/05/11
Publicações Económicas

Avaliação do Risco Sectorial no Mundo - 3º Trimestre de 2018

Avaliação do Risco Sectorial no Mundo - 3º Trimestre de 2018

Ler Mais
2018/29/10
Publicações Económicas

Mapa Mundial de Avaliação de Risco País - 3º Trimestre de 2018

Mapa Mundial de Avaliação de Risco País - 3º Trimestre de 2018

Ler Mais
2018/25/10
Publicações Institucionais

Análise de Risco País e Risco Sectorial no Mundo (3º Trimestre de 2018)

Os Preços mais elevados do petróleo e saídas contínuas de capital nos mercados emergentes marcam o terceiro trimestre em 2018.

Observa-se uma onda de reduções de classificação de risco sectoriais na Turquia e na Argentina, dois países já prejudicados por grandes desequilíbrios externos e pela dependência de financiamento externo, estão a viver um agravamento da sua crise cambial.

Ler Mais
2018/01/10
Publicações Económicas

Top 500 Maiores Empresas da Europa Central e de Leste - Edição 2018

A análise demonstra uma Europa Central e de Leste forte e a expandir-se, com uma diminuição dos riscos em 2017, que é também traduzida num aumento dos rendimentos e dos lucros líquidos das 500 maiores empresas da região. A competição no topo está a ficar mais intensa.

Ler Mais
2018/25/09
Publicações Económicas

O aumento dos riscos políticos ensombram as perspectivas económicas na Ásia

Segundo o Modelo de Risco Político da Coface, os riscos políticos na Ásia aumentaram. A Ásia actualmente está acima da média mundial em termos de risco político, atrás do Médio Oriente e Norte de África (MENA), da África Subsaariana e da América Latina.

Ler Mais
2018/07/09
Publicações Institucionais

Folheto institucional - Coface 2018

Building business together, Coface, seguro de crédito.

O propósito e a cultura da Coface baseiam-se em 3 pilares: os nossos valores, a nossa visão e o nosso compromisso.

O nosso lema, For Trade, reflete o propósito da Coface e o seu profundo compromisso com o comércio.

Ler Mais
2018/17/08
Publicações Económicas

Negócios na Grécia: finalmente, um novo começo?

A Grécia está prestes a pagar o terceiro resgate e os sinais de recuperação económica multiplicam-se: 2017 foi um ano de regresso aos mercados com um crescimento positivo (+1,4%) e – apesar do fraco crescimento na Zona Euro – espera-se que o PIB da Grécia chegue perto dos 2% em 2018, com as famílias e as empresas Gregas mais optimistas no primeiro semestre deste ano do que em 2017.

Ler Mais
2018/07/08
Publicações Económicas

Corrida pela quota de mercado em África: países europeus estão a ganhar terreno, aproveitando o afastamento das empresas francesas

Neste estudo, a análise dos fluxos comerciais por sector revela que a perda da influência Francesa não é devido à China: outros países emergentes, bem como alguns países Europeus, estão a penetrar no mercado Africano. Se o lento desempenho das exportações Francesas – em particular em áreas importantes, tais como o sector automóvel, farmacêutico e bens de capital – não é específico dos negócios com África, a perda acentuada de quota de mercado é alarmante.

Ler Mais
2018/18/07
Publicações Económicas

Estudo 2018 sobre o comportamento de pagamentos entre as empresas na Ásia: os gigantes da região enfrentam o aumento dos riscos de crédito

O estudo sobre o comportamento de pagamentos entre as empresas na Ásia, realizado pela Coface em 2018, cobre nove economias. A recolha de dados ocorreu durante o quarto trimestre de 2017, e foram recolhidas respostas válidas de quase 3.000 empresas. Os inquiridos na Ásia estavam sob pressão para prolongar as suas condições de pagamento. O prazo médio de pagamento aumentou para 64 dias em 2017, acima dos 59 dias em 2016.

Ler Mais
2018/16/07
Publicações Económicas

Risco País e Risco Sectorial no mundo

O elevado número de sinais de risco no Segundo Trimestre de 2018, lembra-nos a situação nos anos 2012-2013: o aumento dosspreadssoberanos na zona euro, o aumento do proteccionismo, o aumento dos preços do petróleo, as saídas de capital dos principais países emergentes e o comércio mundial em recessão. Mesmo que a extensão do impacto não seja a mesma, tendo em conta o preço muito inferior do barril de petróleo e a rentabilidade da dívida pública italiana a 10 anos tenha descido para menos de metade, estes sinais confirmam que o pico do crescimento mundial já passou.

Ler Mais
2018/16/07
Publicações Institucionais

Relatório de Gestão e Informação Financeira 2017

Coface: for trade, reflecte nossa ambição e nosso propósito. Estamos em contacto directo com a economia e consideramos que o comércio é um valor positivo que precisa de ser partilhado num mundo global.
O Nosso propósito? Assumir o compromisso de ajudar as empresas na tomada das decisões de crédito que façam crescer o seu negócio. Por meio da nossa actividade comercial, promovemos relações comerciais em todo o mundo porque acreditamos que o comércio é um poderoso impulsionador para a criação de riqueza e estabilidade. Ao ajudarmos a fortalecer as empresas, contribuimos para o bom funcionamento da economia.

Ler Mais
2018/12/07
Publicações Económicas

O Sector Metalúrgico no mundo

Por de trás de um crescimento económico altamente sincronizado, das mudanças tecnológicas que impulsionam o aumento do uso de metais e a falta de oferta, os metais têm vindo a beneficiar de um forte mercado desde meados de 2016. Um aumento da procura com esta dimensão, não é observados desde o período pós crise, em 2008. Esta situação, combinada com um dólar Americano mais fraco, traduz-se na recuperação dos preços do metal, com o alumínio a registar um aumento de 37% no acumulado do ano, enquanto o cobalto quadriplicou, os preços do cobre e do níquel cresceram 44% e 53%, respectivamente, e o zinco duplicou o preço, em relação ao ínicio de 2016.

Ler Mais
2018/11/07
Publicações Económicas

Mapa Mundial de Avaliação de Risco País - 2º Trimestre de 2018

Mapa Mundial de Avaliação de Risco País - 2º Trimestre de 2018

Ler Mais
2018/28/06
Publicações Económicas

O Risco Político na América Latina

A América Latina tem um histórico de liderança com sistemas políticos ditatoriais e governos populistas. O Índice de Risco Político da Coface tem em consideração vários aspectos relacionados com questões de segurança, política e fragilidade social. O terrorismo não é uma grande preocupação, mas as estruturas sociais inadequadas, o pessimismo em torno de questões de corrupção e a taxa relativamente elevada de homicídios, são factores que enfraquecem as perspectivas de crescimento na região. As variáveis macro-económicas incluídas no modelo (como o PIB per capita, a taxa de desemprego, a inflação e a desigualdade de rendimentos) são geralmente pontos frágeis nos países da América Latina.

Ler Mais
2018/22/06
Publicações Económicas

MAPA MUNDIAL DE AVALIAÇÃO DE RISCO PAÍS - 1º TRIMESTRE 2018

Mapa Mundial de Avaliação de Risco País - 1º Trimestre de 2018

Ler Mais
2018/09/05
Publicações Económicas

As novas rotas comerciais do Mediterrâneo

O regresso ao proteccionismo no cenário internacional voltou, mais uma vez, a colocar em destaque os acordos de comércio livre. No momento em que a América está a encerrar as suas fronteiras, outras regiões do mundo decidiram abrir as portas, reformulando as alianças do comércio internacional.

Ler Mais
2018/30/04
Publicações Económicas

Estudo sobre o Comportamento Pagamento das empresas Chinesas em 2018: Atrasos nos pagamentos aumentam apesar do rápido e sólido crescimento

Estudo sobre o Comportamento Pagamento das empresas Chinesas em 2018: Atrasos nos pagamentos aumentam apesar do rápido e sólido crescimento
A economia Chinesa encenou um regresso em 2017. O PIB subiu de 6,7% em 2016 para 6,9% em 2017, favorecido pela forte procura, bem como pela falta de políticas monetárias e fiscais. Como resultado, os gestores de risco tornam-se mais complacentes, tanto em termos das suas expectativas económicas quanto em relação aos seus procedimentos de gestão de risco.

Ler Mais
2018/21/02
Publicações Económicas

Infografia - Avaliação de Risco Sectorial no Mundo (Janeiro 2018)

Avaliação da Coface sobre os principais sectores de actividade em todo o mundo: agro-alimentar, automóvel, químico, construção, energia, tecnologia das informações, metalúrgico, papel, farmacêutico, retalho, vestuário, transportes e madeira.

Ler Mais
2018/02/02
Publicações Económicas

Mapa Mundial de Avaliação de Risco País - Janeiro 2018

Mapa Mundial de Avaliação de Risco País - Janeiro 2018.
Entre os vencedores na aceleração do comércio mundial encontram-se várias economias cuja avaliação de risco-país melhorou: Países Baixos (A1), Coreia do Sul (A2),Taiwan (A2), Singapura (A2) e Hong Kong (A2). A Grécia beneficiou do regresso da confiança dos consumidores e das empresas, tendo sido revista em alta a sua avaliação risco-país, da categoria C (risco elevado) para B (risco significativo).

Ler Mais
2017/06/07
Publicações Económicas

Mapa de Avaliação de Risco País - 2º Trimestre de 2017

Mapa de Avaliação de Risco País – Segundo Trimestre de 2017. Melhorias em Portugal, Espanha, Jamaica, Rússia e Ubzequistão. Reduções em El Salvador, Namíbia e Qatar.

Ler Mais
2017/23/06
Publicações Económicas

Rússia: da recessão à recuperação

A evolução do preço do petróleo e a conjuntura internacional (levantamento das sanções) serão decisivos para o investimento privado na Rússia, em declínio desde 2013, e para a retoma que tornaria possível a melhoria e expansão das unidades de produção.

Ler Mais
2017/01/06
Publicações Económicas

INSOLVÊNCIAS NA INDÚSTRIA DA CONSTRUÇÃO EM FRANÇA: AS TAXAS DE JURO SÃO A RESPOSTA

Desde o abrandamento em 2014, vislumbres de uma recuperação foram sentidos no sector da construção. As insolvêcias das empresas estão a diminuir. As famílias Francesas têm tendência em investir na construção, à medida que o seu poder de compra aumenta para o seu nível mais forte, desde o ano 2003, em especial devido ao facto das taxas de juro estarem historicamente baixas. Contudo, as taxas de juro têm vindo a aumentar desde o início do ano, o que poderá colocar um travão nos gastos das famílias, caso esta tendência se mantenha.

Ler Mais
2017/31/05
Publicações Económicas

ESCASSEZ DE MÃO DE OBRA NOS PAÍSES DA EUROPA DE LESTE: UMA PREOCUPAÇÃO CRESCENTE PARA AS EMPRESAS

O mercado de trabalho na Europa Central e de Leste está a melhorar continuamente. As taxas de desemprego alcançaram os níveis mais baixos alguma vez registados e a maioria das economias da Europa Central e de Leste estão a desfrutar de uma menor taxa de desemprego face à média europeia.

Ler Mais
2017/28/04
Publicações Económicas

ESTUDO: COMPORTAMENTO DE PAGAMENTOS DAS EMPRESA NA CHINA: OS PROBLEMAS ESTÃO NOS DETALHES

Novo estudo da Coface sobre o comportamento de pagamento das empresa na China: em 2016, a prática de prorrogações de crédito na China foi diferente dos anos anteriores. Poucas empresas Chinesas realizaram vendas a crédito – mas as que o fizeram ofereceram melhores termos de garantia de crédito.

Ler Mais
2017/27/04
Publicações Económicas

NOVO ÍNDICE DE RISCO POLÍTICO DA COFACE EM 159 PAÍSES

Após a publicação do risco político para a Europa Ocidental (2016) e para os países emergentes (2013), a Coface lança agora um índice global para 159 países, a combinação de dois importantes aspectos – os riscos de segurança (conflitos e terrorismo) e os riscos políticos e sociais – permite uma classificação completa do risco político.

Ler Mais
2017/13/02
Publicações Económicas

PANORAMA : ESTUDO REALIZADO PELA COFACE BRASIL SOBRE O COMPORTAMENTO DE PAGAMENTO DAS EMPRESAS BRASILEIRAS

A Coface realiza estudos sobre o comportamento de pagamento das empresas em diferentes mercados, incluíndo a China, Marrocos e a Alemanha. Este estudo assinala a sua primeira edição sobre o Brasil, sendo o seu principal objectivo compreender melhor os hábitos de comportamento de pagamento das empresas, bem como a sua saúde económica.

Ler Mais
2017/31/01
Publicações Económicas

PANORAMA: MELHORIAS ECONÓMICAS APESAR DAS INCERTEZAS ACTUAIS

Tendo em conta a queda do preço do petróleo e dos mercados financeiros no Inverno, o referendo relativo ao Brexit no Verão e a eleição de Donald Trump no Outono, 2016 foi pontuado por uma série de acontecimentos surpreendentes. Podemos esperar uma acalmia, ou até melhorias, em 2017?

Ler Mais
2017/24/01
Publicações Económicas

Novo Mapa de Risco País - Janeiro 2017

Novo Mapa de Risco País - Janeiro 2017: 160 países analisados à lupa

Ler Mais
2017/19/01
Publicações Económicas

Frequentes atrasos de pagamento entre as Empresas Polacas

O primeiro estudo realizado pela Coface sobre as experiências de pagamento nas empresas da Polónia foi realizado durante um período de abrandamento económico no país. Esta conjuntura deveu-se a uma nova orientação do orçamento da EU e da relutância por parte das empresas em investir em activos fixos durante 2016. Em comparação com 2015, a Coface estima que o crescimento do PIB, que se fixou por volta dos 2,7%, foi inferior em 1,2 pontos percentuais em 2016. O estudo de pagamentos efectuado espelha a actual situação económica e o ambiente empresarial.

Ler Mais
2016/30/12
Publicações Económicas

ÁFRICA DO SUL: AINDA SE VIVEM TEMPOS DIFÍCEIS

O crescimento económico na África do Sul está em declínio desde a crise financeira global. Depois de ter atingido um pico em 2011, a taxa de crescimento (afectada pelos baixos preços de mercadorias e problemas de fornecimento de energia) continua a diminuir. Apesar das graves secas terem afectado a agricultura em 2015, as actividades de serviços (tais como a banca e o retalho) apresentaram dinamismo.

Ler Mais
2016/28/12
Publicações Económicas

TURQUIA: O FIM DO PERÍODO TÚLIPA?

A economia na Turquia registou diversos choques ao longo dos anos 2015 e 2016. Intensificados pelas incertezas políticas, pelas tensões regionais, pelo processo de aumento das taxas dos EUA, pelo agravamento da avaliação de crédito e pelas questões de segurança interna, que resultaram na diminuição das receitas de turismo, no abrandamento da procura dos consumidores, na pouca apetência dos investidores (estrangeiros e nacionais) e no enfraquecimento da moeda local. Estes factores contribuiram para um abrandamento das entradas de capital na Turquia – das quais a actividade económica do país é fortemente dependente.

Ler Mais
2016/10/11
Publicações Económicas

ABENOMICS: IMPACTO SILENCIOSO NAS EXPORTAÇÕES E NO IENE, PORQUÊ?

Desde o lançamento do programa Abenomics no início de 2013, o foco esteve na sua primeira medida, ou seja, no estímulo monetário agressivo realizado pelo Banco do Japão a partir de Abril de 2013. Os mercados sempre apelaram – e na generalidade são receptivos – a políticas monetárias mais expansionistas, mas têm existido demasiadas questões sobre o impacto desta primeira medida. Nesta análise, procuramos fornecer algumas informações com base em duas questões chave.

Ler Mais
2016/07/11
Publicações Económicas

ECONOMIA NO MÉXICO: AVIZINHAM-SE TEMPOS DIFÍCEIS

A economia do México tem vindo a aumentar em relação à média registada nos países da América Latina desde 2012. Enquanto que a região contraiu cerca de 0,5% em 2015, o México, a segunda maior economia, cresceu cerca de 2,5%. Olhando para o futuro, contudo, as perspectivas parecem ser menos optimista. A Coface prevê que o PIB do país cresça cerca de 1,6% em 2016 e 1,5% em 2017.

Ler Mais
2016/03/11
Publicações Económicas

ECONOMIAS EUROPEIAS: IRÁ O RISCO POLÍTICO ARRUINAR A FESTA EM 2017?

Após medir o risco politico em 14 países da Europa Ocidental e tendo em consideração indicadores de risco específicos da região (o aumento do eurocepticismo, os sentimentos de anti-imigração e uma fragmentação da cena política), construimos um modelo econométrico com o objectivo de medir o impacto desse aumento das incertezas políticas no crescimento do PIB de cinco países: Alemanha, Reino Unido, França, Itália e Espanha.

Ler Mais
2016/25/10
Publicações Económicas

Infografia: É o risco político uma nova ameaça para a economia global?

Infografia: É o risco político uma nova ameaça para a economia global?

Ler Mais
2016/21/10
Publicações Económicas

BARÓMETRO DE RISCO PAÍS TERCEIRO TRIMESTRE 2016

Avaliação de Risco País: novas reavaliações impulsionadas pelo choque Brexit e pela queda das receitas do petróleo.

Para além do Brexit, uma série de incertezas continuam a pesar na economia global. O fraco comércio global está novamente no centro da discussão, e não é expectável para breve uma recuperação vigorosa.

Ler Mais
2016/12/10
Publicações Económicas

Panorama França: uma pausa no crescimento económico

Apesar destas incertezas, a Coface prevê um crescimento de 1,6% em 2016 para França (seguido de 1,3% em 2017). Isto deverá ser suficiente para diminuir a taxa de insolvência das empresas cerca de 3,4% este ano, com a Ilha de França, o centro e a Córsega a serem as regiões que menos irão beneficiar destas melhorias.

Ler Mais
2016/03/10
Publicações Económicas

MARROCOS: A ECONOMIA ESTÁ A ABRANDAR; OS PRAZOS DE PAGAMENTO ESTÃO A FICAR MAIS DILATADOS

Na sequência do estudo sobre o comportamento de pagamento das empresas Marroquinas, publicado em Maio de 2015, a Coface apresenta os resultados da segunda edição desse estudo. Com base nos mesmos pressupostos que o inquérito de 2015, procura analisar as alterações de comportamento de pagamento das empresas Marroquinas e a sua percepção sobre a situação económica do país

Ler Mais
2016/30/09
Publicações Económicas

América Latina: porque têm as exportações do sector industrial resultados fracos?

Até 2014 as exportações da América Latina foram impulsionadas pela grande apetência da China por matérias-primas e pelo aumento dos seus preços internacionais. Os recursos naturais abundantes na região geraram ganhos económicos significativos durante este período de prosperidade e a América latina tornou-se no principal fornecedor de produtos básicos, particularmente para a China.

Ler Mais
2016/21/09
Publicações Económicas

Estudo sobre as Insolvências na Polónia: As insolvências diminuem num momento de crescimento económico

As empresas na Polónia continuam a beneficiar do ambiente macroeconómico positivo, com uma forte procura interna e externa. Os processos de insolvência e as reestruturações diminuiram cerca de 14%. A Coface prevê novas melhorias no futuro, com o número de processos a diminuir em 2016 e 2017.

Ler Mais
2016/12/09
Publicações Económicas

RANKING DAS 500 MAIORES EMPRESAS NA EUROPA CENTRAL E DE LESTE – ESTUDO COFACE EDIÇÃO 2016

O ano 2015 trouxe boas condições económicas para a Europa Central e de Leste. A média de crescimento do PIB para a região foi de 3,3% em 2015, após os 2,6% registados em 2014. As economias beneficiaram de uma ressurreição da procura interna. Isto inclui tanto o crescimento do consumo privado, suportado pelo declínio da taxa de desemprego e pelo aumento de ordenados, bem como, o aumento dos investimentos na maioria das economias.

Ler Mais
2016/29/08
Publicações Económicas

ESTUDO SOBRE O COMPORTAMENTO DE PAGAMENTO DAS EMPRESAS NA ALEMANHA EM 2016: ATÉ AGORA TUDO BEM, MAS O DIABO ESCONDE-SE NOS DETALHES

Este é o primeiro estudo da Coface sobre o comportamento de pagamento das empresas na Alemanha. Este estudo surge após a apresentação de diversas análises sobre o tema, focalizadas na China, nos países da Ásia Pacífico e Marrocos. O estudo sobre a Alemanha demonstra que, apesar da sólida situação financeira do país, quase 84% das empresas são afectadas por atrasos de pagamento.

Ler Mais
2016/17/08
Publicações Económicas

CHINA, UMA ECONOMIA A DUAS VELOCIDADES: OS VENCEDORES E OS VENCIDOS POR SECTOR

A economia na China cresceu cerca de 6.9% em 2015, a expansão mais elnta em 25 anos. O crescimento deverá continuar lento em 2016 e 2017 e não irá, provavelmente, alcançar a estimativa anual do governo de 6.5% - tal como estabelecido no plano para 2016-2020. As actuais reformas estruturais na China centraram o seu foco nos serviços e no consumo, evidenciando ainda mais as duas velocidades da economia do país. A divisão entre os sectores vencedores e vencidos está relacionada com o seu potencial de crescimento no médio ou longo prazo, as políticas governamentais de relevância e a procura estrutural.

Ler Mais
2016/28/07
Publicações Económicas

Barómetro Risco Sectorial no Mundo - Julho 2016

A cada Trimestre a Coface actualiza a perspectiva de risco para 12 sectores de actividade em 6 regiões. Pela primeira vez, estas avaliações regionais são acompanhadas por avaliações de sector detalhadas para 17 países (ver anexo página 6): EUA, Japão, Alemanha, França, Reino Unido, Itália, Espanha, China, Índia, Brasil, México, Polónia, Rússia, Turquia, Arábia Saudita, EAU e África do Sul.

Ler Mais
2016/26/07
Publicações Económicas

BARÓMETRO RISCO PAÍS 1º SEMESTRE 2016 – CHINA E ESTADOS UNIDOS, DOIS GIGANTES COM PÉS DE BARRO

A ECONOMIA GLOBAL CONTINUA PRESA A UMA ARMADILHA DE CRESCIMENTO LENTO AO “ESTILO JAPONÊS”, APESAR DAS POLÍTICAS MONETÁRIAS MAIS EXPANSIONISTAS

Ler Mais
2016/21/07
Publicações Económicas

EMIRADOS ÁRABES UNIDOS: UMA NOVA ERA DE CRESCIMENTO LENTO

A economia dos Emirados Árabes Unidos (EAU) é a mais diversificada na região do Golfo. Esta diversificação tornou-se especialmente importante desde meados de 2014, com a queda dos preços do petróleo. Apenas 30% do PIB e perto de 20% das exportações provêem das receitas de hidrocarboneto em 2015.

Ler Mais
2016/14/07
Publicações Económicas

INSOLVÊNCIAS NA EUROPA CENTRAL E ORIENTAL

As empresas na Europa Central e Oriental, reportaram taxas de crescimento sólido, assim como, um maior crescimento estruturado no ano passado. Graças à estável situação dos mercados de trabalho, as taxas de desemprego desceram e atingiram, em muitos casos, níveis historicamente baixos. Esta situação juntamente com o aumento dos salários e uma inflação baixa, tornaram o consumo privado o principal impulsionador do crescimento.

Ler Mais
2016/29/06
Publicações Económicas

Insolvências no Norte da Europa: tendências positivas na Holanda, Suécia e Alemanha

A melhoria da situação macroeconómica na Europa teve efeitos favoráveis nas empresas da maioria dos países Europeus e conduziram a um cenário de menor número de insolvências em 2015 em quatro países do Norte da Europa, nos quais a Coface se focou nesta nova edição da revista Panorama: os Países Baixos (-20,7%), a Suécia (-11%), a Alemanha (-4%) e a Dinamarca (-0,5%).

Ler Mais
2016/03/06
Publicações Institucionais

Relatório de Actividade 2015

Independentemente da dimensão, nacionalidade ou sector de actividade, informamos os nossos clientes sobre questões actuais de mercado, para apoiá-los e orientá-los no controlo dos seus riscos financeiros.

Ler Mais
2016/03/06
Publicações Económicas

Insolvências em França: finalmente no caminho da recuperação económica?

A taxa de insolvência das empresas está a regressar aos valores normais. De acordo com o modelo de previsão da Coface, o número de insolvências irá diminuir 3.2% em 2016. No final de Abril de 2016, comparativamente com o ano anterior, registou um total de 58.846 (-4.3%), para um custo de quase 3.35 biliões EUR (‑8.6%) e o número de empregos ameaçou baixar para os 2.4%.

Ler Mais
2016/31/05
Publicações Económicas

BRASIL: um país em profunda recessão espera ansiosamente as decisões do novo governo

A economia Brasileira sofreu uma contracção de 3,8% em 2015, originada principalmente pela queda livre do investimento e o colapso do consumo. A actual recessão e o escândalo de corrupção conhecido como Operação Lava Jato tiveram um impacto na primeira, enquanto que o segundo foi afectado pelo aumento de desemprego, o crescimento negativo do salário real e a deteriorização das condições de crédito.

Ler Mais
2016/31/05
Publicações Económicas

Barómetro de risco sectorial - Abril 2016

Pela primeira vez a Coface actualiza a sua avaliação trimestral de risco sectorial global para 12 sectores, em 6 regiões, a nível global (face às 3 regiões anteriores). No actual contexto de desaceleração económica, o equilíbrio entre aumentos e descidas tem-se verificado tender mais para as descidas, com nove descidas verificadas face aos aumentos.

Ler Mais
2016/30/05
Publicações Económicas

Sector Metalúrgico: produção a todo o custo?

Após a esplêndida época da década de 2000, marcada pelo auge dos produtos básicos e uma actividade massiva do comércio chinês, que se converteu no maior produtor e consumidor, o sector metalúrgico enfrenta as consequências deste auge, uma vez que 8 anos depois da crise de 2008, continua a sofrer um significativo excesso de capacidade.

Ler Mais
2016/12/04
Publicações Económicas

Mapa de Avaliações de Risco País - Primeiro Trimestre de 2016

Mapa de Avaliações de Risco País - Primeiro Trimestre de 2016

Ler Mais
2015/23/12
Publicações Económicas

Lira mais baixa e dívida mais alta: uma combinação má para o negócio turco

Durante 2015, a economia Turca enfrentou vários desafios.

Ler Mais
2015/17/12
Publicações Económicas

Panorama - Na frente da globalização do comércio do vinho, a Europa dobra mas não quebra

O consumo de vinho na Europa tem diminuído ao longo dos últimos anos, tal como o da França, que é um terço daquilo que era há 50 anos.

Ler Mais
2015/14/12
Publicações Económicas

Sector do retalho na Polónia – consumo privado apoia o desenvolvimento económico, mas permanecem alguns desafios

Apesar da turbulência actual na economia global e o abrandamento nos mercados emergentes, a região da Europa Central e de Leste está a ter um desempenho positivo. Entre este grupo de países, a economia da Polónia continua a demonstrar taxas de crescimento sólidas. As nossas previsões de crescimento na economia polaca, de 3,5% para 2015 e 3,4% para 2016, assumem uma contribuição fundamental para a procura no mercado interno, com o consumo doméstico como principal força motriz para o crescimento.

Ler Mais
2015/24/11
Publicações Económicas

Panorama França - 3T 2015

As empresas Francesas estão a começar a beneficiar de uma ténue recuperação, embora certos sectores permaneçam em risco (...)

Ler Mais
2015/03/11
Publicações Económicas

Brasil – Sem solução rápida para a crise

O Brasil tem crescido desde a última década, como resultado do aumento súbito dos preços das mercadorias e do forte consumo doméstico. O país suportou a crise de 2008-2009, graças às injecções de liquidez dos bancos públicos.

Ler Mais
2015/27/10
Publicações Económicas

Uma perspectiva mais positiva para energia fotovoltaica europeia?

A energia fotovoltaica Europeia desenvolveu-se rapidamente a partir de 2010, graças a subsídios nacionais e Europeus que promoveram o seu crescimento no sector energético. (...)

Ler Mais
2015/22/10
Publicações Económicas

Barómetro sectorial de risco mundial – outubro 2015

Num contexto de baixo crescimento, o dinamismo dos sectores apresenta um quadro global desigual. (...)

Ler Mais
2015/19/10
Publicações Económicas

Polónia – resultados sólidos de crescimento económico numa redução sustentável das insolvências de empresas

O aumento da actividade económica na Polónia já atingiu os níveis necessários para estabilizar o número de insolvências de empresas.

Ler Mais
2015/14/10
Publicações Económicas

Ásia ameaçada pelo abrandamento da china

A economia Chinesa tem estado em destaque há vários meses: desvalorização da moeda (yuan), colapso da bolsa de valores, redução dos preços dos imóveis, receio de um abrandamento económico excessivo, dúvidas quanto à fiabilidade de informações publicadas e, de um modo geral, incertezas quanto ao processo de reajustamento lançado pelas autoridades. Neste ambiente causador de ansiedade, outros países Asiáticos parecem ser as primeiras potenciais vítimas na eventualidade de uma aterragem difícil para a economia Chinesa.

Ler Mais
2015/18/09
Publicações Económicas

Barómetro Risco País - 3º trimestre 2015

Pelo quarto ano consecutivo, o crescimento global não excederá os 3%. No entanto, no início do ano, esta meta não pareceu ser inatingível: pelas políticas monetárias altamente expansionistas, conjuntamente com o declínio dos preços do petróleo e com políticas fiscais menos restritivas, já que era efectivamente esperado que acelarassem o crescimento. Contudo, não foi este o caso. De quem é a culpa?

Ler Mais
2015/05/08
Publicações Económicas

Mapa Mundial de Risco País Coface - 2º Trimestre 2015

FAÇA DOWNLOAD DO MAPA MUNDIAL DE RISCO PAÍS - 2º TRIMESTRE DE 2015. 160 Países analisados com base numa metodologia comum: especialistas em macroeconomia na avaliação de Risco País, conhecimentop da envolvente empresarial, informação microeconómica recolhida ao longo de 70 anos de experiência.

Ler Mais
2015/22/07
Publicações Económicas

O sector automóvel na Europa Central e de Leste

O sector automóvel tem um papel importante na actividade economia da Europa Central e de Leste (ECL). Em parte graças aos custos laborais atractivos, à mão-de-obra qualificada e à proximidade geográfica dos mercado da Europa Ocidental, incentivos fiscais e a estabilização do ambiente laboral, os países da ECL tornaram-se destinos atractivos para investimento para os fabricantes globais de automóveis.

Ler Mais
2014/03/10
Publicações Económicas

PANORAMA - 2º SEMESTRE DE 2014

Nesta edição da revista Panorama apresentamos em primeiro lugar um estudo sobre a avaliação do Reino Unido e uma análise comparativa entre a situação das PME em França e em Espanha.

Ler Mais
2014/20/05
Publicações Institucionais

Relatório de Actividade 2013

O relatório de atividades do Grupo Coface no ano 2013 já está disponível.

Ler Mais
2014/13/05
Publicações Económicas

Panorama - 1º Semestre de 2014

Com este novo número da Revista Panorama, a Coface pretende enriquecer o conhecimento existente sobre o ambiente empresarial na China, bem como, as principais tendências económicas que o país e o comportamento do seu tecido empresarial têm demonstrado.

Ler Mais
2013/06/12
Publicações Económicas

Devemos apostar tudo no consumidor asiático?

Este panorama contém um estudo sobre o consumo das famílias na Ásia. Qual a dimensão do aumento do consumo das famílias nesta região? É excessiva a dívida assumida pelas famílias asiáticas? Quais os padrões específicos do comportamento do consumidor na Ásia? Que sectores estão a beneficiar mais com esta expansão do consumo?

Ler Mais
2013/01/10
Publicações Económicas

Panorama - 2º Semestre 2013

Classificado em sétimo lugar no Mundo (e a segunda maior economia emergente) pelo tamanho do PIB, o Brasil é o modelo de país emergente. Este novo número da Revista Panorama oferece uma análise global sobre o Brasil, que foca os desafios económicos, as questões sociopolíticas e apresenta uma análise sector a sector.

Ler Mais
2013/26/09
Publicações Económicas

Sector Automóvel: A Europa recorre aos mercados emergentes

Este Panorama inclui o nosso barómetro sectorial global, que analisa a situação dos 14 sectores-chave da economia em três das maiores regiões do Mundo (União Europeia, América do Norte e Ásia Emergente) através de um indicador de risco de incumprimento único. Na Europa, o risco sectorial continua a deteriorar-se, especialmente na indústria química devido às dificuldades deste mercado na Europa, e também na área farmacêutica, devido à rigidez das medidas fiscais implementadas pelo governo.

Ler Mais
2013/11/07
Publicações Institucionais

Relatório de Actividade 2012

Jean-Marc Pillu, CEO da Coface:
"Em 2012, combinámos rentabilidade e crescimento, enquanto, simultaneamente continuámos ao serviço dos nossos clientes".

Ler Mais
2013/01/05
Publicações Económicas

Revista Panorama - 1º Semestre 2013

A Coface edita semestralmente, uma publicação dirigida todos os agentes económicos, com o objectivo de informá-los sobre os mais recentes desenvolvimentos nas técnicas comerciais internacionais, bem como, divulgar as análises de risco país e risco sectorial efectuadas a nível mundial.

Ler Mais
2012/15/04
Publicações Institucionais

Relatório de Actividade 2011

Jean-Marc Pillu, CEO da Coface: «Em 2011, alcançámos o nosso objectivo de reorientar as nossas operações no seguro de crédito».

Ler Mais
Início