Notícias e Publicações
2020/14/09
Risco País e Estudos Económicos

Verão ameno...Inverno glacial?

Verão ameno...Inverno glacial?

Este Verão deixou-nos algumas razões para sermos cautelosamente otimistas em relação ao Sul da Europa. Graças a uma combinação de procura reprimida e políticas económicas arrojadas (monetárias e fiscais, nacionais e europeias), a economia parece estar a mostrar uma recuperação mais forte do que o esperado no terceiro trimestre.

 

De facto, os indicadores de confiança recuperaram a sua tendência de pré-confinamento, tanto o retalho como as vendas de automóveis novos atingiram níveis próximos de 2019, pelo menos em um dos meses de Verão. Podemos apreciar, em particular, a capacidade de absorção dos esquemas de licença de circulação. Ao reduzir simultaneamente os custos operacionais para as empresas e estabilizar o rendimento das famílias, a licença evita o incumprimento em cascata através do sector empresarial, ao mesmo tempo que apoia a procura dos consumidores.

Isto poderia explicar porque é que as repercussões do desastroso desempenho turístico foram relativamente silenciadas (até agora).

 

No entanto, o efeito desconfortável é que a economia agora mais do que nunca depende de um apoio fiscal continuado. Isto aumenta os custos potenciais da disfunção governamental numa região onde a fragmentação política é a regra e não a exceção, e onde a resiliência será testada por uma segunda vaga da pandemia.

 

Marcos Carias, Economista de Coface para a Zona Euro

Contacto


Para mais informações:

Cláudia MOUSINHO
Tel. (+351) 211 545 408
Mail claudia.mousinho@coface.com 

Início