Notícias e Publicações

Novidades

2018/09/10
Risco País e Estudos Económicos

Todas as Notícias

2018/25/09
Risco País e Estudos Económicos

O aumento dos riscos políticos na Ásia

De acordo com o índice de risco político da Coface, a Ásia classificou-se com 45% no último ranking de risco, acima da média mundial que ficou nos 35%.

Ler Mais
2018/16/07
Risco País e Estudos Económicos

Riscos País e Sectorial no mundo: Sinais de risco aumentam no 2º trimestre

O risco de crédito das empresas está a aumentar nas economias avançadas onde, após um início de ano marcado por uma perda de confiança associada ao aumento de proteccionismo, observa-se um abrandamento no crescimento (previsões de 2,2% para 2018 e 2% para 2019 nas economias avançadas; previsões de 2,1% para 2018 e 1,8% em 2019 para a Zona Euro). Deste modo, a Coface diminuiu a avaliação de Itália para A4, onde as empresas que estão particularmente endividadas e mais vulneráveis a um potencial agravamento das condições de crédito bancário. Os Estados Unidos destacam-se como a excepção, poupados desta fase de desaceleração (previsão de crescimento de 2,7% em 2018, após 2,3% em 2017).

Ler Mais
2018/12/07
Risco País e Estudos Económicos

O sector metalúrgico no mundo: Preços continuam a aumentar em 2018, prevendo-se um possível declínio em 2019

O sector metalúrgico tem desfrutado de uma tendência crescente nos preços e um aumento da procura desde meados de 2016. O crescente proteccionismo nos EUA e na Europa, juntamente com as medidas de retaliação da China, tiveram um impacto na confiança e nos investimentos das empresas – mas ainda não dificultam o crescimento económico. São esperadas várias tendências até ao final de 2019: os preço dos metais comuns devem subir, mas os preços dos metais ferrosos devem diminuir como resultado do excesso de produção

Ler Mais
2018/28/06
Risco País e Estudos Económicos

Período eleitoral na America Latina: Os riscos políticos crescentes prejudicam a situação económica

As eleições Presidenciais que se realizarão na Colômbia, no México e no Brasil nas próximas semanas e meses, visam abordar a insatisfação generalizada com os sistemas políticos em exercício na região. O índice de risco político da Coface mostra que as fragilidades sociais e a corrupção são os assuntos mais sérios. As incertezas políticas podem desencadear problemas como o declínio da igualdade, uma menor confiança das empresas e dos consumidores e atrasos nas decisões sobre investimentos e despesas

Ler Mais
2018/09/04
Risco País e Estudos Económicos

Renegociações do NAFTA – poderá o “elevado-risco” da indústria automóvel do México, transformar-se numa crise?

A indústria automóvel representa um papel importante na economia do México. A representatividade do sector aumentou de 1,5% do PIB do país e 8,5% da sua produção industrial em 1993, para 3% PIB e 18% de produção industrial em 2015. Além disso, o México tem 28 fábricas de veículos que geram, directa ou indirectamente, trabalho a 1.7 milhões de pessoas. A retórica do Presidente Donald Trump, desde o início da sua campanha eleitoral ainda não danificou o sector, mas os riscos intensificaram-se pelas renegociações do NAFTA e pela agenda eleitoral do México.

Ler Mais
2018/12/03
Institucionais

Resultados do ano 2017: Coface duplica resultado líquido para €83,2M, e activa a optimização de capital prevista no seu plano Fit to Win

Os resultados da Coface em 2017 mostram uma grande melhoria: num contexto económico favorável, as acções realizadas no âmbito do plano Fit to Win, permitiu-nos reduzir o índice de sinistralidade durante 5 trimestres consecutivos.

Ler Mais
2018/23/01
Risco País e Estudos Económicos

Conferência Risco País 2018: a recuperação continua, mas chama-se a atenção do risco para as empresas associado ao sobreaquecimento da economia

Por ocasião da sua conferência anual sobre risco país e risco sectorial, a Coface partilha com as empresas as suas perspectivas sobre as principais tendências da economia mundial para 2018.
O ano 2017 trouxe algumas agradáveis surpresas económicas, apesar de ter começado com a ameaça do proteccionismo e ter sido marcado por numerosas eleições e crises políticas. Apenas treze países terminaram o ano em recessão, em comparação com vinte e cinco em 2016. O comércio mundial deu um salto espectacular (cresceu 4,4% em 2017, de acordo com as perspectivas da Coface, face a 1,5% em 2016), enquanto que os riscos associados ao proteccionismo acabaram por não ocorrer.

Ler Mais
2018/03/01
Risco País e Estudos Económicos

Turquia regista um crescimento dinâmico mas está cada vez mais vulnerável a factores externos

A economia Turca cresceu substancialmente durante os três primeiros trimestres de 2017, superou largamente as expectativas, apesar dos eventos que o país testemunhou em 2016. A economia tem sido apoiada por medidas governamentais, maiores investimentos, aumento das exportações e a recuperação do consumo privado. As suas principais vulnerabilidades são o financiamento do défice, o aumento da dependência dos investidores mundiais, a volatilidade das taxas de câmbio e o aumento da inflação

Ler Mais
2017/28/12
Risco País e Estudos Económicos

Os interesses da China na África Subsariana: são necessários esforços para reequilibrar as relações bilaterais

A desaceleração da economia chinesa e a reorientação dos seus modelos de crescimento para o consumo privado, reflectem-se numa procura cada vez menor das matérias-primas procedentes de África. Isto terá consequências inevitáveis para os exportadores.

Ler Mais
2017/09/10
Institucionais

A Coface coloca a inovação digital no centro da sua estratégia com o lançamento da nova versão da CofaNet

O novo portal de clientes, lançado há cerca de um mês, e a ferramenta online totalmente renovada para a gestão dos contratos de seguro de crédito, CofaNet Essentials, lançada hoje, permitem aos clientes da Coface beneficiar da funcionalidades inovadoras, um acesso único, conteúdo personalizado, ergonomia avançada, visualização de resultados em tempo real e facilidade de acesso aos contratos.

Ler Mais
2017/06/10
Risco País e Estudos Económicos

A Coface anuncia as TOP 500 Maiores Empresas da Europa Central e de Leste

O sector Automóvel e de Transportes é o líder regional. Petróleo e Gás continuam em queda, perdendo pela primeira vez a posição de liderança. As Top 500 Maiores Empresas da Europa Central e de Leste geraram em 2016 um volume de negócios de 580 mil milhões de Euros. As principais empresas registaram decréscimos no volume de negócios e nos lucros líquidos, mas aumentaram significativamente a sua força de trabalho.

Ler Mais
2017/04/10
Institucionais

Fitch confirma a avaliação AA- da COFACE, com perspectiva estável

A agência de notação financeira Fitch confirmou, no passado mês de Setembro, a qualificação AA- da Coface no rating de robustez financeira, com perspectiva estável.

No seu comunicado de imprensa, a agência de notação sublinha que esta confirmação “reflecte o forte perfil de negócios da Coface no seguro de crédito, assim como um perfil financeiro muito sólido de “capitalização, alavancagem e rentabilidade”, ainda que os resultados tenham sofrido algum impacto negativo devido à sinistralidade de 2016”.

Ler Mais
2017/25/09
Risco País e Estudos Económicos

Estudo Coface - Análise das insolvências na Europa Central e Oriental

O ano 2016 ficou marcado pelo contínuo declínio das insolvências na região da Europa Central e Oriental, com uma descida de 6%, após a queda de 14% registada em 2015. Ao todo, durante o ano passado, seis em cada 1,000 entidades entraram em processo de insolvência.

Ler Mais
2017/03/08
Risco País e Estudos Económicos

Quais os efeitos da “Trumponomics” na América Latina?

A volatilidade da situação política nos Estados Unidos semeia dúvidas em relação a futuras políticas comerciais e à vulnerabilidade da América Latina no que toca a um cenário de contracção nas condições financeiras.

Ler Mais
2017/07/07
Risco País e Estudos Económicos

Mapa Mundial de Risco País e de Risco Sectorial

O segundo trimestre de 2017 assinala o recomeço para a Europa e a Rússia, e, no que se refere a sectores de actividade, para os sectores Automóvel e Agro-alimentar em vários países. A Zona Euro encontra-se numa conjuntura positiva, a disfrutar de condições de financiamento muito favoráveis de apoio ao investimento e no retomar da confiança das empresas. O número de insolvências encontra-se em redução em quase todos os países – Excepção feita para o Reino Unido (enfraquecido pelo abrandamento no consumo) e para a Bélgica (o quarto maior parceiro de negócios da Zona Euro).

Ler Mais
2017/29/06
Risco País e Estudos Económicos

Brexit: Apesar dos diversos choques, o Reino Unido mantem-se atractivo para as empresas.

Um ano após o referendo que ditou a saída do Reino Unido da União Europeia (UE), as empresas têm demonstrado uma resiliência apoiada no consumo interno (subida de 2,6% em 2016), condições de crédito favoráveis e uma forte procura global.

Ler Mais
2017/22/06
Risco País e Estudos Económicos

A Rússia emerge da recessão, mas dificuldades estruturais ameaçam o seu crescimento no médio prazo.

A diversificação da economia Russa, tornada necessária pela queda duradoura do preço do petróleo, terá de defrontar dificuldades estruturais que poderão ter efeitos potencialmente nefastos no seu crescimento a médio prazo. Vários sectores (Agro-Alimentar, Químico, Automóvel, entre outros) parecem beneficiar de uma retoma, que poderá contribuir para uma recuperação em 2017.

Ler Mais
2017/10/04
Risco País e Estudos Económicos

Novas Avaliações de Risco Sectorial e de Risco País em todo o mundo

A maior surpresa económica no arranque de 2017: o aumento do índice de confiança das empresas é perceptível, mas ainda não gerou um efeito positivo generalizado nas avaliações de risco dos países.

Ler Mais
2017/24/03
Risco País e Estudos Económicos

Insolvências em França : Um arranque de ano em conformidade com 2016, mas as incertezas políticas podem alterar a situação.

Em Janeiro de 2017 o nível de insolvências atingiu o seu valor mais baixo desde Setembro de 2012. No período de Fevereiro de 2016 a Janeiro de 2017, 58.031 empresas entraram em insolvência. Este valor corresponde a uma diminuição de -2,8% em relação ao mesmo período no ano anterior.

Ler Mais
2017/20/02
Risco País e Estudos Económicos

Primeiro estudo sobre o comportamento de pagamento das empresas Brasileiras - 2016

O primeiro estudo sobre o comportamento de pagamentos no Brasil, efectuado junto de mais de 120 empresas e realizado pela Coface, revela que as mesmas ainda enfrentam um ambiente difícil. O ano 2017 está apenas no início, mas as previsões para o PIB são fracas. Apesar de ser esperada uma saída da recessão, o crescimento deve rondar meramente os 0,4%.

Ler Mais
Início
  • Portugese