Notícias e Publicações
2017/31/05
Publicações Institucionais

ESCASSEZ DE MÃO DE OBRA NOS PAÍSES DA EUROPA DE LESTE: UMA PREOCUPAÇÃO CRESCENTE PARA AS EMPRESAS

ESCASSEZ DE MÃO DE OBRA NOS PAÍSES DA EUROPA DE LESTE: UMA PREOCUPAÇÃO CRESCENTE PARA AS EMPRESAS

O mercado de trabalho na Europa Central e de Leste está a melhorar continuamente. As taxas de desemprego alcançaram os níveis mais baixos alguma vez registados e a maioria das economias da Europa Central e de Leste estão a desfrutar de uma menor taxa de desemprego face à média europeia. O aumento dos salários e a baixa inflação, a par com um aumento da confiança dos consumidores, fizeram do consumo das famílias a principal força motora da expansão económica.

Não obstante, enquanto as famílias e a região beneficiam de uma recuperação generalizada da actividade económica , as empresas não estão na mesma situação. Ultimamente enfrentaram a persistência do poder de negociação salarial dos seus trabalhadores e foram obrigadas a aceitar elevados custos de compensação. A dinâmica da procura interna e externa, a baixa taxa de natalidade e a emigração contribuíram para a escassez de mão de obra. Um crescente número de empresas estão a nomear estes factos como uma barreira para o crescimento dos seus negócios. As ofertas de emprego são particularmente elevadas na República Checa e na Hungria.

O aumento salarial actualmente ultrapassa os ganhos de produtividade. Infelizmente, os custos laborais na região continuam muito inferiores à maioria da Europa Ocidental. Em média, os custos salariais na Europa Ocidental são 3 vezes mais do que nos países da Europa de Leste. Esta vantagem comparativa, associada à proximidade geográfica e cultural da região, deverá persistir – apesar de poder ser afectada caso a emigração dos jovens e dos trabalhadores especializados continuar a pesar na produtividade. As empresas vão continuar a reportar falta de mão-de-obra, especialmente no que respeita à mão de obra qualificada. Estudos recentes indicam que os profissionais qualificados, maquinistas e engenheiros, estão entre as vagas mais difíceis de preencher na região da Europa Central e de Leste.

 

Descarregue a publicação

 

Transferir esta publicação : ESCASSEZ DE MÃO DE OBRA NOS PAÍSES DA EUROPA DE LESTE: UMA PREOCUPA... (2,26 MB)

Contacto


Para mais informações:

Cláudia MOUSINHO
Tel. (+351) 211 545 408
Mail claudia.mousinho@coface.com 

Início
  • Portugese